Não desanimes.
Persiste mais um tanto.
Não cultives o pessimismo.

Centraliza-te no bem a fazer.
Esquece as sugestões do medo destrutivo.

Segue adiante, mesmo varando as sombras dos próprios erros.
Avança ainda que por entre lágrimas.
Trabalha constantemente.
Edifica sempre.
Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.
Não te impressione a dificuldade.
Convence-te de que a vitória espiritual é
construção para o dia-a-dia.
Não desistas da paciência.
Não creias em realização sem esforço.
Silêncio para injúria.
Olvido para o mal.

Perdão as ofensas.
Recorda que os agressores são doentes.
Não permita que os desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.

Não menospreze o dever que a consciência te impõe.
Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura um rumo certo.

Não contes vantagens, nem fracassos.
Estuda buscando aprender.
Não te voltes contra ninguém.
Não dramatizes provações ou problemas.

Conserva o hábito da oração para que se te faça luz na vida íntima.

Resguarda-te em Deus e persevera no trabalho que Deus te confiou.
Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.
Age auxiliando.

Serve sem apego.
E assim vencerás…”

(Emmanuel)

..........Próximo
Anterior..........