limaoLimão, açúcar, cachaça e gelo. São esses os ingredientes para uma boa caipirinha e também para uma bela queimadura. Se for você o voluntário para preparar uma rodada para a turma na praia, tenha bastante cuidado. O suco do limão e o sumo de sua casca têm substâncias que, ativadas pelo sol, causam reação tóxica à pele. Muitas pessoas não sabem disso e acabam se queimando, algumas de leve, outras seriamente. Por isso, corajoso barman, preste atenção nas recomendações deste post.

Precauções

Ao espremer limão, seja na caipirinha, na linguicinha ou no peixe na brasa, procure uma área coberta. Quando terminar, lave muito bem as mãos não só com água, mas também com sabonete. Melhor ainda se você puder usar luvas enquanto mexe com limão, já que algumas pessoas se queimam mesmo tendo lavado as mãos. Isso vale para qualquer horário do dia e mesmo com o tempo nublado, porque os principais responsáveis pela reação tóxica são os raios ultravioleta A, presentes desde a manhã até o final da tarde.

A queimadura

Em geral acontece nas mãos, nos braços ou no rosto, nesse caso principalmente ao redor dos lábios. São as regiões que tiveram contato com o limão e o sol. A intensidade da queimadura depende da quantidade do suco ou sumo de limão em contato com a pele, do tempo de exposição ao sol e também da sensibilidade individual.

Em um prazo de 12 a 24 horas após a exposição ao sol a pele fica avermelhada e sensível. Depois, se a queimadura foi leve, a pele vai apenas escurecer. Às vezes, quando a queimadura foi muito suave, você nem percebe que a pele ficou avermelhada, só nota que ela escureceu. Mas quando a queimadura foi séria a área incha, dói e fica avermelhada por mais tempo. E podem surgir bolhas.

O que fazer

Se a queimadura for leve e não estiver incomodando, basta evitar o sol na pele já sensibilizada que tudo se resolverá naturalmente. As manchas escuras desaparecem sozinhas, mesmo que demorem semanas ou meses.

Se a queimadura for leve mas estiver incomodando, faça compressas com água filtrada gelada durante a fase aguda do problema. Também existem cremes calmantes, como os à base de cortisona, que podem ser indicados por um médico. E se você não quiser esperar as manchas desaparecerem naturalmente, existem cremes despigmentantes que também devem ser indicados pelo médico e que podem acelerar a recuperação da pele.

Finalmente, se a lesão foi profunda, com dor intensa ou bolhas, procure ajuda médica. Cremes à base de cortisona ou comprimidos antiinflamatórios diminuirão a inflamação e a dor. O tratamento adequado, além de acelerar a recuperação da fase aguda do problema, previne uma possível infecção e diminui a chance de ficarem marcas definitivas.

Por Lucia Mandel

..........Próximo
Anterior..........