Há quem diga que ele é o tempero de qualquer relação, mas a verdade é que em excesso é tão prejudicial quanto a falta de confiança ou o desrespeito. Ele pode destruir e comprometer a felicidade de qualquer casal.

A britânica Debbi Wood, de 42 anos, extrapola os limites e impõe ao noivo, Steve Wood, de 30 anos, condições de extrema vigilância. Ela verifica constantemente os e-mails do rapaz e confere, diariamente, as redes sociais e o celular dele. Mas, não é só isso. Ela o obriga a passar por um detector de mentiras todas as vezes que ele sai de casa, controla a programação da tevê e não o deixa ver revistas com fotos femininas. Tudo para buscar evidência de infidelidade.

As pessoas ciumentas precisam reconhecer o quanto o ciúme excessivo é destrutivo. Ele pode sinalizar baixa autoestima, gerar descontrole emocional e acabar com o relacionamento. É preciso ter autoconfiança e saber dialogar com o parceiro ou parceira, a fim de manter a relação saudável. Quando o casamento enfrenta problemas como o ciúme, é necessário investir na reeducação sentimental para conseguir solucioná-los.

Para Renato Cardoso, que apresenta o programa The Love School ao lado de Cristiane Cardoso, a pessoa que sente ciúmes precisa ter coragem para impor limites. “Há coisas aceitáveis e inaceitáveis em um relacionamento. Ter contatos indevidos com outras mulheres por telefone ou internet é inaceitável”, esclarece em texto publicado no blog renatocardoso.com.

É importante comunicar a sua posição e insatisfação ao companheiro, caso ele continue a manter contatos com outras mulheres ou tenha atitudes que te desagradem. “Se ele não aceitar, ele não serve para você, pois tem padrões e valores mais baixos que os seus”, completa o apresentador. O mesmo vale para as esposas e companheiras. Sinceridade e confiança sempre serão ingredientes indispensáveis em todas as relações.

..........Próximo
Anterior..........