Feliz é o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire entendimento. – Provérbios 3: 13

Gostamos de descobrir o máximo que podemos sobre as coisas que realmente nos importam. Se é nosso time de futebol favorito, iremos ler todos os artigos que nos ajudarão a acompanhar o seu desempenho. Se é cozinhar, vamos sintonizar no canal de televisão que compartilha as melhores dicas de culinária e receitas de sobremesa. Se é um assunto que nos interessa, anotaremos todas as vezes que algo relacionado a ele aparecer. De fato, é quase como uma área de estudo pessoal.
Não há problema em se interessar por coisas externas e estar “por dentro” de certos assuntos. Mas é aí que o amor faria a seguinte pergunta, “O quanto você conhece o seu cônjuge?”
Pense nos dias em que você estava paquerando aquele que hoje é seu cônjuge. Você não estudava aquele (a) por quem o seu coração ansiava?
Quando um homem tenta ganhar o coração de uma mulher, ele a estuda. Ele descobre do que ela gosta, do que não gosta, seus hábitos e hobbies. Mas depois que ele ganha o coração dela e se casa, geralmente ele para de descobrir coisas novas sobre ela. O mistério e o desafio de conhecê-la parece menos fascinante e ele vê seus interesses deslocados para outras áreas.
Isto também acontece, em muitos casos, com as mulheres que começam admirando e construindo respeito pelo homem com quem desejam estar. Entretanto, depois do casamento estes sentimentos desaparecem à medida que a realidade revela que seu “príncipe” é um homem falho e imperfeito,
Mas mesmo depois do casamento, existem coisas que precisam ser descobertas a respeito do seu cônjuge. E esse conhecimento os aproximará. Você pode até obter favor aos olhos da sua esposa. “O bom senso alcança favor” (Provérbios 13:15).
Considere a seguinte perspectiva: se tudo o que você conheceu do seu marido ou da sua esposa antes do casamento se comparar a um diploma do ensino médio, então, você precisa continuar aprendendo sobre ele (a) até conquistar um diploma universitário, um mestrado e, por fim, um doutorado. Pense nisso como uma jornada de vida que conduz o seu coração para mais perto do seu cônjuge.
• Você conhece os maiores sonhos e esperanças dele (a)? • Você tem pleno conhecimento de como ele (a) prefere dar e receber amor? • Você sabe quais são os maiores medos do seu cônjuge e por que ele luta contra eles?
Alguns dos problemas que você tem no que se refere ao seu cônjuge existem, simplesmente, porque você não o entende bem. Ele provavelmente reage de maneira diferente da que você reagiria, e você não entende o porquê.
Estas diferenças – mesmo aquelas que são relativamente insignificantes – podem ser a causa de muitas brigas e conflitos no casamento. Isto acontece porque, como diz a Bíblia, temos a tendência de “difamar” as coisas que não entendemos (Judas 10).
Existe uma razão para cada gosto ou preferência do seu cônjuge. Cada nuance no caráter dele tem uma história. Cada elemento de quem ele é, como ele pensa e com o que se parece é baseado em uma série de princípios que, na maioria das vezes, só fazem sentido para a pessoa que o apóia. Mas vale a pena o tempo investido em descobrir por que seu esposo ou esposa é do jeito que é.
Se você perder o nível de intimidade que uma vez teve com o seu cônjuge, uma das melhores maneiras de destravar o coração dele novamente é se comprometer em conhecê-lo. Estude-o. Leia-o como você lê um livro que está tentando compreender.
Faça perguntas. A Bíblia diz, “O ouvido dos sábios busca conhecimento” (Provérbios 18:15). O amor toma a iniciativa de começar a conversa. Para que seu companheiro possa se abrir, ele precisa saber que seu desejo de entendê-lo é real e genuíno.
Ouça. “Os sábios entesouram o conhecimento; porém a boca do insensato é uma destruição iminente” (Provérbios 10:14). O objetivo de conhecer o seu cônjuge é ouvi-lo, não dizer a ele tudo o que pensa. Mesmo se o seu cônjuge não for muito falante, o amor lhe convida a descobrir as “águas profundas que habitam dentro dele (Provérbios 20:5).
Peça a Deus discernimento. “Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca procedem o conhecimento e o entendimento” (Provérbios 2:6). Coisas como diferenças de gênero, antigos problemas familiares e experiências de vida variadas podem encobrir sua habilidade de conhecer o coração e as motivações do seu cônjuge. Mas Deus é generoso em sabedoria. O Senhor lhe mostrará o que você precisa para saber como amar mais o seu cônjuge.
“Com a sabedoria se edifica a casa, e com o entendimento ela se estabelece; e pelo conhecimento se encherão as câmaras de todas as riquezas preciosas e deleitáveis” (Provérbios 24:3-4). Existe uma profundidade de beleza e significado em sua esposa ou seu marido que irá lhe maravilhar a proporção que você descobre mais. Deseje conhecer essa pessoa mais do que você conhece. Faça dele (a) a sua área de estudo escolhida, e você preencherá a sua casa com o tipo de riqueza que só pode ser proporcionada pelo amor.

DESAFIO DE HOJE:

Prepare um jantar especial em casa só para vocês dois. O jantar pode ser tão agradável quanto você preferir. Separe este momento para conhecer seu cônjuge melhor, talvez em áreas que vocês raramente conversam. Decida fazer desta uma noite agradável para você e para o seu amor.
O que você descobriu sobre o seu cônjuge? Como você pode continuar esse processo de descoberta, de outras maneiras? Quais foram alguns dos momentos que tornaram essa noite memorável?

Adquire, pois, a sabedoria; sim, com tudo o que possuis adquire o entendimento.(Provérbios 4:7)

Adicione um comentário abaixo de como foi o 18º dia 

..........Próximo
Anterior..........