Amarás o teu próximo como a ti mesmo. — Mateus 22.39

Nosso amor ao próximo é baseado em nosso amor por nós mesmos. Não posso e não devo amar alguém mais que a mim mesmo, nem menos. Meu amor próprio é o indicador para um bom relacionamento de amor com outra pessoa — seja amor fraternal, familiar ou conjugal.

Mas se eu não amo a mim mesmo, como posso amar o meu próximo?

Se você não se ama, como pode amar seu marido ou esposa?

O que muitas pessoas têm feito é tentar amar alguém sem amarem a si mesmas. Nessa falta de amor próprio, se sujeitam a situações humilhantes, perdem o respeito próprio, e aceitam ser maltratadas pelo parceiro — só para terem um pouquinho de “amor”, uma companhia, para dizer que estão casadas.

O resultado é que elas acabam se ferindo e ferindo o parceiro. Quem não se ama não está em condições de amar alguém.

Como resolver essa falta de amor próprio?

  1. Dê um basta no abuso. Reconheça seu valor e não aceite mais a falta de respeito do seu parceiro.
  2. Trate bem de si mesmo. Valorize suas qualidades.
  3. Cumpra o primeiro maior mandamento: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.” Somente assim conseguirá cumprir o segundo.

Não se esqueça de curtir, compartilhar e comentar! Se você espalhar o amor inteligente, receberá muito mais de volta. Convide uma amiga ou amigo para iniciar este propósito.

Leia o livro Casamento Blindado comigo?

E prepare-se para a resposta!

 

..........Próximo
Anterior..........