Duas coisas acontecem quando temos uma conversa sincera com Deus:

  1. Somos confortados. Uma segurança de que Ele nos ouviu e nos atenderá toma conta de nós. Há uma paz, uma confiança imediata de que as coisas irão se resolver de forma ainda melhor do que esperamos.
  2. Somos orientados. Uma conversa sincera não inclui apenas pedidos mas também a disposição de ouvir, aprender e atender. Não somos nós apenas que pedimos coisas a Deus. Ele também nos pede que façamos certas coisas. Na verdade, Ele só trabalha na base da cooperação, ou seja, junto conosco. Por isso, quando conversamos com Deus precisamos ficar atentos ao que Ele nos orienta fazer.

Muitas vezes você vai precisar usar esse recurso no seu casamento. Há situações em que os conselhos de amigos, familiares, terapeutas ou religiosos não servirão de nada. Daí você tem que recorrer a Deus.

Experimente ter esta conversa com Ele todos os dias durante este propósito. Abra o coração. Abra os ouvidos.

Ele lhe confortará e orientará.

Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. — Jesus, em Mateus 6.6

P.S. Se as suas orações não estão surtindo este efeito, está faltando entrega, crença no que você está fazendo.

Leia o livro Casamento Blindado comigo?

E prepare-se para a resposta!

..........Próximo
Anterior..........